AÇÕES

Blog, Notícias, Vereador

Paulo Alexandre Barbosa sanciona Projeto de Lei de Braz que institui a Semana Cultural Gilberto Mendes

Publicado em 11/03/2019

Para reverenciar a vida, a obra e a memória do maestro e compositor Gilberto Mendes, um dos grandes nomes da música contemporânea do Brasil, o calendário oficial de Santos contará, a partir deste ano, com a Semana Cultural Gilberto Mendes, a ser celebrada de 13 a 19 de outubro. A proposta é fruto de Projeto de Lei do vereador Braz Antunes que será sancionado pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa no próximo dia 13, às 15 horas, em evento no Salão Nobre do Paço Municipal.

Revolucionário de primeiro nível, Mendes criou o novo, o inusitado, o surpreendente, expandindo os horizontes da Música Contemporânea – também chamada de Música Nova – com genialidade extrema. “É a maior expressão artística de Santos, reconhecido mundialmente como um dos grandes compositores de vanguarda de todos os tempos”, justifica Braz, que atendeu solicitação do poeta e escritor Flávio Viegas Amoreira, amigo e parceiro do músico.

Mendes nasceu em 13 de outubro de 1922 e morreu em 1º de janeiro de 2016. Maestro, professor da Universidade de São Paulo (USP), escritor e articulista – colaborou com jornais como A Tribuna e O Estado de São Paulo –, ele criou em 1962 o Festival Música Nova, realizado em Santos até 2010. Neste período, a Cidade recebeu inúmeras personalidades da música de vanguarda mundial. Escreveu, ainda, três livros fundamentais: Uma Odisseia Musical (1994), Viver Sua Música – Com Stravinsky em Meus Ouvidos (2008) e o romance Daniele em Surdina, Iangran (2013).

Artista premiado, foi reconhecido com o Prêmio Carlos Gomes, do Governo do Estado de São Paulo, diversos prêmios da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), o I Prêmio Santos Vivo, pela obra Santos Football Music, além de ter sido indicado para o Primeiro Prêmio Multicultural do jornal O Estado de São Paulo. Recebeu, também, o título de Cidadão Emérito da cidade de Santos, concedido pela Câmara Municipal de Vereadores.

Do erudito para o popular
Na mesma solenidade, o prefeito também sancionará o Projeto de Lei de Braz Antunes que institui no Calendário Oficial o Dia da Festa de São Jorge Mártir, a ser comemorado em 29 de setembro.
Foi nessa data, no ano de 1971, que foi assinado o Decreto de Criação da Paróquia de São Jorge Mártir, pelo Bispo Diocesano Dom David Picão. A igreja, no entanto, já havia recebido os cuidados do célebre Padre Horneaux de Moura e, a partir de 1959, de Padre Paulo. A paróquia fica na Praça Rubens Ferreira Martins, no núcleo das Casas Populares do Macuco, que posteriormente passaram para o Estuário.
Atualmente, no domingo mais próximo de 29 de setembro, é realizada a procissão de São Jorge Mártir, que se transformou na grande celebração religiosa da comunidade. Com a sanção do PL pelo prefeito, o Dia da Festa de São Jorge Mártir marcará, definitivamente, a devoção e a história daquele núcleo operário pioneiro, semente do que viria a ser a política habitacional governamental representada pelo BNH.


Assessoria de Imprensa do vereador Braz Antunes
Contatos com a jornalista Adriana Martins
Tels. (13) 3211-4172 / (13) 99125-4591

Imagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *