• 19 Ago

    Odontologia só melhora com participação de todos

    Por Braz Antunes Mattos Neto *

    Odontologia forte se faz com participação dos profissionais

    Odontologia forte se faz com participação dos profissionais

    Tenho acompanhado pelas redes sociais inúmeras manifestações de companheiros da Comunidade Odontológica (Dentistas, Auxiliares de Saúde Bucal, Técnicos em Saúde Bucal e Técnicos em Protese Dentária) inconformados com o atual momento que vive a Odontologia em nossa Região e no país. Observo que muitos deles tecem críticas e sugestões e são muitos severos com as entidades representativas profissionais da classe (associações e sindicatos).

    Como presidente da Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista (ACDbs), Sócio Fundador e Benemérito do Sindicato dos Odontologistas de Santos e Região (Sindiodon) e Sócio Benemérito da Associação dos Protéticos Dentários da Baixada Santista e Litoral, me cabe, como de costume, fazer a defesa das entidades de classe e apontar saídas.

    Todas as entidades representativas da Odontologia hoje sobrevivem com sérias dificuldades. Quem faz a força de qualquer classe é a união dos profissionais que nela atuam. Em Santos temos pouco mais de dois mil profissionais que atuam como Cirurgiões Dentistas. Se todos participarem ativamente das atividades de Classe organizadas pelas diversas entidades que possuímos, mostraremos nossa importância e força perante a sociedade.

    Nossas entidades vêm conseguindo desenvolver um sério e eficiente trabalho em prol da Odontologia. Prova mais recente disso é a não inclusão dos dentistas na Lei do Ato Médico, conseguida graças a grande articulação promovida pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (Crosp), Conselho Federal de Odontologia, e pela Associação Paulista e Brasileira de Cirurgiões Dentistas junto a parlamentares e ao Governo Federal.

    A representação política é outro ponto importante. O Brasil dispõe de 1.290 cargos entre prefeito e vice-prefeito no país e cerca de 8 mil vereadores. São quase 10 mil cargos eletivos municipais.  Destes, até 2012, somente 75 eram ocupados por profissionais da área odontológica.

    Há quase 25 anos não temos um Deputado Estadual dentista em São Paulo. Em contrapartida, categorias menos representativas se fazem presentes na Assembléia e na Câmara Federal em volume muito superior do que a nossa na esfera política nacional.

    Somente em São Paulo, somos, entre Dentistas, Protéticos, Técnicos e Auxiliares em Saúde Bucal, mais de 100 mil profissionais. Um número mais que suficiente para elegermos um número expressivo de representantes.

    Antes que digam que o Braz tá falando sobre isso porque não se reelegeu Vereador, lembro a todos que, apesar de não ter retornado à Câmara, estive entre os Vereadores mais votados da Cidade e meu retorno só não ocorreu devido ao complexo e equivocado sistema político partidário nacional, que acredito que será mudado em breve, motivado pela indignação do povo nas ruas.

    Nesses meus 8 anos dedicados à vida pública e mais de 30 dedicados as entidades classistas, tenho batalhado, e muito, pelas lutas da Odontologia, seja na esfera da Saúde Pública ou mesmo na Particular. Há anos tenho conclamado companheiros a apoiarem e, porque não, participarem desses processos. Todos nós somos o agente da mudança que queremos no mundo. O passo inicial para fazê-las acontecer é arregaçar as mangas, participar e batalhar pelo que acreditamos. Conclamo todos os colegas que vivem da Odontologia, essa ciência da Saúde fascinante, a participar dessa luta pela valorização de nossa profissão. É uma árdua batalha, mas gratificante. Quem está nessa conosco? Afinal, sozinho ninguém resolve nada. Pra dar certo tem que ser com você.

    * Braz Antunes Mattos Neto é Cirurgião Dentista, Mestre em Ortodontia, presidente da Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista (ACDbs-Regional APCD), ambientalista e ex-Vereador em Santos (2005-2012).

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *