• 27 Nov

    Braz encerra ciclo na presidência da ACDbs-Regional APCD

    Braz discursa na posse de Negrinho

    Braz agradece apoio de sua Diretoria na posse de Negrinho na presidência da ACDbs-Regional APCD.

    No último dia 25 de novembro de 2013, Braz Antunes Mattos Neto encerrou mais um ciclo de três anos como presidente da Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista – Regional da Associação Paulista dos Cirurgiões Dentistas (ACDbs-Regional APCD), cumprindo o mandato à frente da diretoria de 2010 à 2013. Foi seu terceiro mandato à frente da Entidade. Braz já havia presidido a ACDbs de 2001 a 2004 e de 2004 a 2006. Com isso, Braz se torna o Cirurgião Dentista que por mais tempo presidiu à ACDbs.

    A cerimônica de posse da nova diretoria, que será presidida pelo Cirurgião Dentista José Luiz Negrinho, foi bastante concorrida com a presença de representantes de todas as entidades odontológicas do Brasil, o que mostra o prestígio de Braz Antunes Mattos Neto na Odontologia Nacional.

    Em seu discurso de encerramento de mandato, Braz agradeceu a todos amigos presentes e parabenizou nova diretoria. “Não é um adeus, pois continuarei na luta e destaco aqui meu apoio integral a esta nova diretoria, que traz o Dr José Luiz Negrinho como presidente” (Leia abaixo o discurso de Braz na íntegra).

    Negrinho assume presidência da ACDbs-Regional APCD

    José Luiz Negrinho é o novo presidente da ACDbs-Regional APCD. Ele era o vice na gestão de Braz.

    O novo presidente da ACDbs-Regional APCD, José Luiz Negrinho, agradeceu a todos as pessoas que participaram de sua trajetória e são responsáveis por ele estar hoje como presidente da ACDbs, entre eles Braz Antunes Mattos Neto. “Tenho 26 anos de diretoria na associação e sei que tenho muito a aprender. Temos muitos desafios e iremos trabalhar, pensando em todas as gerações”.

    Entre as inúmeras conquistas das gestões de Braz na ACDbs-Regional APCD, a que se destacou nos últimos anos foi a reaproximação com as outras entidades representativas da Classe Odontológica na Região como o Sindicato dos Odontologistas de Santos e Região (Sindiodon), que há anos estava afastado da ACDbs-Regional APCD e agora atua em entrosamento em prol de melhorias para a categoria e para a Odontologia da Baixada Santista. Além disso, houveram vários eventos em reconhecimento aos profissionais que fizeram e fazem a história da Categoria em nossa Região.

    A saída da presidência não quer dizer que Braz se afastou da Entidade. Ele continua como membro do Conselho Deliberativo, como um dos representantes do Conselho Deliberativo na Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas e também é membro do Conselho Nacional de representantes da Associação Brasileira de Cirurgiões Dentistas. Braz inclusive foi o mais votado no país para conselheiro da ABCD com 901 votos em todo o Brasil.

    CONFIRA ABAIXO REPORTAGEM DO CADERNO REGIONAL DA SANTA CECÍLIA TV SOBRE O ENCERRAMENTO DO CICLO DE BRAZ ANTUNES MATTOS NETO COMO PRESIDENTE DA ACDBS-REGIONAL APCD

    CONFIRA A ÍNTEGRA DO DISCURSO DE BRAZ NA

    DESPEDIDA DA ACDbs-REGIONAL APCD

    DISCURSO DE ENCERRAMENTO DE MANDATO DO DR. BRAZ ANTUNES MATTOS NETO NA ASSOCIAÇÃO DOS CIRURGIÕES DENTISTAS DA BAIXADA SANTISTA – REGIONAL APCD, GESTÃO 2010-2013, EM 25 DE NOVEMBRO DE 2013.

    Sras. e Srs…..

    Boa noite.

    Não pode existir melhor conselheiro do que o tempo. É ele que coloca a nossa vida em perspectiva, é ele que mostra a necessidade de avançar ou de resguardar o momento, para refletir, para avaliar o presente e projetar o futuro.

    Esta noite tem um significado todo especial para mim: aqui encerra-se um ciclo e inicia-se um novo tempo. Mas não é de forma alguma um adeus: trata-se muito mais de uma saudação, um cumprimento, uma declaração que deseja um “sejam bem vindos” aos novos dirigentes desta querida e nobre Associação, que tantos serviços têm prestado à nossa Classe e à própria cidade de Santos e Região.

    Este não é um adeus, pois a minha tarefa pessoal terá continuidade. É, e sempre será, o meu propósito lutar de todas as formas em defesa da Odontologia e dos Cirurgiões-Dentistas, não importando a função ou cargo ocupado. Quis o destino e a boa vontade dos meus queridos colegas que eu fosse escolhido para ocupar por três mandatos a Presidência da nossa Associação. Isto significa muito mais que um orgulho pessoal: significa um reconhecimento à minha disposição de trabalhar para a nossa Classe. E isto é algo que transcende qualquer vaidade. É a realização maior de uma vida profissional e classista.

    Por isso, só posso dizer muito obrigado a todos vocês.

    A minha disposição de luta, entretanto, encontra-se revigorada: é com profundo orgulho que fui empossado na última sexta-feira como Conselheiro da ABCD, tendo recebido o maior número de votos de todo o Brasil.

    Da mesma forma, atuarei como integrante do Conselho Deliberativo da APCD, sendo eleito para uma das três vagas existentes como o candidato mais votado em Santos.

    Esses dois acontecimentos se revestem da mais alta importância e orgulho para quem gosta da Política Classista, mas trazem imensa responsabilidade.

    Quero deixar bem claro que estarei lado a lado com a nova Diretoria, liderada por este companheiro leal de tantas batalhas, o Dr. José Luiz Negrinho. A nova Diretoria, é importante ressaltar, foi muito bem escolhida, definida acima de tudo pela capacidade de gerir a nossa Entidade com talento e dedicação.

    E como integrante nato do Conselho Deliberativo como Ex-Presidente, manifesto desde já o meu apoio integral aos novos dirigentes. Podem contar comigo!

     Qualquer liderança tem a obrigação de passar adiante as suas experiências, o seu conhecimento. Eis algo de que tenho muito orgulho: procurei preparar novas lideranças, despertar a consciência e a participação de jovens Cirurgiões-Dentistas ou de profissionais que nunca haviam participado da luta classista como diretores. São estes que trazem um novo olhar, uma nova leitura e outra disposição, que são atributos essencialmente necessários.

     É digno de atenção também o fato de que temos cinco mulheres na Diretoria que hoje se despede, um recorde nestes 88 anos de nossa Entidade e que traduz uma tendência que tem tomado conta da nossa Profissão. Hoje, as mulheres são maioria nas faculdades de Odontologia.

     Apesar dos tempos difíceis na Economia mundial e nacional, é de fundamental importância informar a todos que estamos entregando a nossa Associação dentro de uma situação financeira estabilizada, com uma programação fixada para os próximos anos.

     Em termos de representação classista, é altamente positivo o fato de que conseguimos acabar de vez com a rivalidade com o Sindicato dos Odontologistas de Santos e Região, o nosso SINDIODON, do qual sou com muita honra Sócio Benemérito. Ao contrário: estamos unidos, reforçando a nossa disposição mútua, revigorando as nossas lutas em comum, em estreita colaboração com o Dr. Fábio Luiz Mendes Baptista e toda sua Diretoria.

    Ficaram para trás os antigos ranços, as críticas desnecessárias, a rivalidade destrutiva. E nunca é demais lembrar que o Sindicato renasceu aqui, deu seus primeiros passos dentro da nossa Associação. E como Sócio Fundador, lutei muito por esta união e pela aproximação com o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo.

     Procuramos aproximar e valorizar os profissionais tão importantes no exercício de nossa Odontologia, os TPD, ALP, TSB e ASB, através da criação de Departamentos inéditos em nossa Entidade, com o objetivo de aprimoramento científico.

     Da mesma forma, me empenhei sobremaneira pela integração de todas as Entidades, como bem ilustra a realização de reuniões conjuntas com o CROSP, APCD, ABCD, CFO, SINDIODON, Associação dos Protéticos Dentários da Baixada Santista e Litoral, Uniodonto, Coordenadoria de Saúde Bucal de Santos e das demais cidades da Região Metropolitana e Coordenadoria Nacional de Saúde Bucal do Ministério da Saúde, além da ABOR e SPO.

     Os novos Diretores que assumem seus cargos hoje, podem dizer agora que já conhecem em detalhes a situação da nossa Entidade, após uma longa reunião que durou quase sete horas, quando fizemos um balanço geral, mostramos as contas fixas, abrimos espaço para as empresas terceirizadas – e todas estiveram presentes – e também os funcionários, ocasião em que todos puderam falar. Foi a transmissão de fato de Diretoria e uma proveitosa troca de idéias, traduzida em um documento descritivo mostrando que aquilo que é bom deve ser solidificado e o que não deve ser aprimorado ou modificado.

    Em relação aos funcionários, além de agradecer a todos eles pela colaboração e pelo empenho, gostaria de lembrar que fizemos uma necessária reestruturação, visando à melhoria do desempenho da estrutura da Associação. Peço desculpa a todos se em algum momento exagerei nas solicitações, mas sempre visei o benefício de nossa Entidade. Deixo aqui, do coração, meu muito obrigado.

     Dentro da área científica, devo dizer que o 16º CIOLP representou um grande avanço. Quero destacar também a valorização dos cursos de Atualização e Especialização, com as turmas recebendo o seu respectivo nome, que é uma forma de reconhecer e enaltecer os próprios especialistas homenageados. Com orgulho, registro aqui as sessões solenes realizadas nas datas festivas em maio e outubro, o prêmio Profissional do Ano e a Medalha Dr. Dalton Nunes da Silva, além da Medalha de Mérito Escolar Dr. José Bonifácio da Fonseca, que premia os melhores formandos das Faculdades de Odontologia. Estas são formas de destacar e enaltecer a Odontologia.

    Na mesma linha, destaco a publicação do Número 1 da Revista EAP, com a divulgação dos cursos de Atualização e Especialização, uma excelente semente de cunho científico para que todos conheçam os casos clínicos e os trabalhos realizados em nossas Clínicas. Trata-se de uma experiência que merece ter a sua devida continuidade.

    Gostaria de salientar que os Sócios Honorários e os Sócios Beneméritos colaboraram muito com a Associação e citar obrigatoriamente a nossa grande colaboradora, a Unicred, com quem firmamos uma parceria inédita, cujos recursos já foram atualizados em R$ 100 mil para os próximos doze meses. Agradeço imensamente, lembrando que todos devemos enxergar a Unicred como o nosso Banco e que devemos buscar cada vez mais Cooperados. Os Cirurgiões-Dentistas, é bom que se diga, foram os primeiros Cooperados não-Médicos, tendo tido a honra de ter sido o primeiro a acreditar e a entrar como Cooperado na Unicred. Hoje acredito estarmos praticamente empatados em participação e em negócios.

    Poderíamos hoje destacar as realizações da Diretoria que se despede, bem como elencar os avanços desde meu primeiro mandato, como as campanhas sociais, a reativação e criação de Departamentos e a reforma estatutária, entre outros.

    Mas, na verdade, gostaria de falar sobre o que não conseguimos fazer e que são desafios que a nova Diretoria – e as próximas que a sucederem – terão que se preocupar.

    Um primeiro desafio é buscar uma solução para a situação do Sócio Remido, direito que tenho há quase 10 anos. Essa é uma questão que tem causado transtornos a diversas Entidades, incluindo Clubes tradicionais de esporte e lazer da nossa Cidade, que chegaram a uma situação de impasse quanto à sua própria sobrevivência, obrigando-se a grandes mudanças. Lutei muito para modificar essa situação no Estatuto da APCD, durante Assembléia em São Paulo.

    Outra questão que considero fundamental é a construção de uma nova sede para a nossa Entidade. Tivemos uma grande oportunidade em 2011, antes da mudança do atual Plano Diretor da Cidade, em parceria com uma das mais sólidas construtoras do Estado de São Paulo, que possibilitaria termos uma Sede com mais que o dobro de área útil com todos os requintes de modernidade, um aumento de 20% de vagas de estacionamento seguro, áreas disponíveis para locação com geração de renda, entre outros benefícios. Ainda teríamos uma Sede provisória totalmente custeada pela construtora e um aporte financeiro de cerca de 1,5 a 2 milhões de reais nos dias de hoje.

    A Assembléia é soberana de acordo com nossos Estatutos, entretando, acredito ter havido um equívoco na avaliação desta proposta e o tempo talvez mostre isso.

    Meus amigos, Senhoras, Senhores: este é o local em que mais aprendi na vida. Aprendi principalmente que poderia fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo, aprendi a ter consciência de Classe e aprendi muito com a convivência com pessoas de naturezas diversas. Aprendi a respeitar cada vez mais esta nossa grande Profissão.

    E hoje posso dizer que sempre estarei disposto a lutar pela Classe, pois é algo que está no meu próprio DNA.

    Saio com a sensação de dever cumprido, mas com o entendimento de que é hora de me dedicar mais à família e ao consultório, e buscar novos caminhos. A minha saída da Presidência de nossa Entidade, neste momento, foi uma opção pessoal que tenho certeza de contar com o apoio de todos os amigos.

    Mas hoje é dia de agradecer. Agradecer especialmente a todos os colegas que participaram comigo nesta Diretoria, pelo tempo precioso que dedicaram, incluindo o Conselho Deliberativo, Orgão máximo da nossa Entidade, Conselho Fiscal, Conselho Eleitoral, Fundo Assistencial, Conselho Nova Geração, Conselho Acadêmico, aos membros de todos os Departamentos; aos membros do 16º CIOLP, aos Associados, aos Funcionários e a todos os Colaboradores que nos apoiaram nesta gestão.

    É no mínimo recompensador merecer o respeito de tantas pessoas competentes.

    Finalmente agradeço a Deus e a toda minha família, em especial à minha esposa Regina, meus filhos Pedro e Julia e meus pais Nelson e Mirtes.

    Entendo que a nossa Entidade deve ser gerida por pessoas comprometidas e que conheçam seus problemas e as possíveis formas de solucioná-los. Não podemos dar asas a aventureiros.

    Aos novos Diretores, manifesto a certeza de que realizarão uma grande gestão, com muitos avanços, capitaneados pelo colega Dr. José Luiz Negrinho, companheiro de todos os meus mandatos, merecedor de todo o meio respeito pelo imenso conhecimento que tem desta Entidade.

    Caro Negrinho, a você que possui vários mandatos como Diretor e que tem um histórico de lutas pela nossa classe e pela nossa Entidade, é chegada a hora de assumir o honroso e merecido cargo de Presidente.

    Tenho certeza que seu mandato será revestido de sucesso e será um exemplo para o seu filho José, nosso futuro colega de profissão. Competência para isso você tem e espero de coração que você possa contar com o apoio de todos os colegas.

     Continuaremos juntos, pois existem muitas lutas ainda a travar.

     Muito obrigado a todos!

     Santos, 25 de novembro de 2013.

    Dr. Braz Antunes Mattos Neto.

    Negrinho assume presidência da ACDbs-Regional APCDBraz discursa na posse de Negrinho
  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *